Aula de Contrabaixo – Como Tocar Contrabaixo Passo a Passo

Aula de Contrabaixo – Como Tocar Contrabaixo Passo a Passo
Rate this post
aula de contrabaixo

EMPURRE SEUS LIMITES

Curso de Contrabaixo Online Aprenda 1 ANO de AULAS de Contrabaixo em 8 SEMANAS

Fala Galera tudo na Paz?

Todo começo de Ano fazemos promessas e mais promessas. Você já fez promessa de ter aula de contrabaixo e estudar melhor seu Contrabaixo Alguma Vez? Se fez para esse Ano, então comece pelo Treinamento Intensivo de Contrabaixo com Ricardinho Paraíso e coloque em prática todo o Conhecimento que ele transmite nesse Treinamento Sem Precisar Sair de Casa!

http://bit.ly/2fRKovx

 

O Treinamento intensivo de contrabaixo online

é o treinamento perfeito para quem quer aprender novas e revolucionária técnicas de aprender rapidamente o contrabaixo, através desse curso Ricardinho Paraíso divide toda sua experiência em aula de contrabaixo

Tudo sobre o curso Armas Secretas do Improviso,Neste texto você vai encontrar  informações privilegiadas de quem teve acesso ao treinamento de aula de contrabaixo Além disso, diversas pesquisas foram feitas antes de disponibilizarmos este artigo.

Para saber mais sobre o curso Arma Secretas do Improviso Aprender a tocar baixo online , pode ser muito prático e eficaz. este curso é para todos tanto para iniciantes quanto para profissionais,e que precisão otimizar o seu tempo.toque contra baixo passo a passo pela internet!

Você gosta de BAIXO

Não fale- vou aprender tocar baixo depois que ficar mais velho!

não importa quantos anos você tem, como as técnicas incríveis de contrabaixo, é para tocar e aprender a tocar ou melhorar seu desempenho sem sair de casa! feito para você!

Aprender a tocar um instrumento musical é um sonho de muitas pessoas assim como jogar futebol. a grande maioria das pessoas tiveram este desejo na infância mas, de 5 a 10% consegue realizar o sonho. Uma parte muito pequena  das  pessoas, cerca de 1%, chega ao nível profissional , com aula de contrabaixo

A verdade é que a grande parte das pessoas acreditam que tocar um instrumento como baixo tem relação direta com a genética, com uma história familiar ou com o talento recebido.

90% das pessoas que começam a tocar algum instrumento abandonam já nas primeiras aulas. Isso se deve a dificuldade de afinar o instrumento, as dores nos dedos dente outros motivos.

Mas, a verdade , e o fator predominante que fazem as pessoas pararem de tocar um instrumento é a dificuldade de encontrar um curso de qualidade, um curso completo de qualidade que lhe proporcione um aprendizado sólido, rápido e dinâmico.

Mais QUEM É RICARDINHO PARAISO.

 

Ricardinho Paraíso é pernambucano da cidade de Recife e aprendeu a tocar diversos instrumentos  em sua jornada

Músico, arranjador e compositor dedicado iniciou a carreira com o contrabaixo elétrico aos 16 anos e em seguida fez bacharelado em contrabaixo acústico pela UFPE – Universidade Federal de Pernambuco.

Já esteve em todo Brasil mostrando o seu trabalho em muitos festivais e no ano de 2011 foi considerado o melhor instrumenta lista e arranjador pela  FAMPOP.

Produziu o seu primeiro CD instrumental no ano de 2008 que demonstra  seu estilo arrojado e brasileiro de ser pela influência da diversidade de ritmos .

Hoje em dia participa do projeto DOLPHIN EXPERIENCE TRIO, juntamente com o guitarrista Carlos Tomati e o instrumentalizara Sandro Haick.

Entre suas produções podemos encontrar:

  • Trilha sonora da Globo “Jóia Rara”
  • Trilha sonora da série “O Rebu”
  • Gravou dois discos do cantor Renato Vianna (Som Livre)
  • Colunista da Revista Bass Player
  • Outros trabalhos

O Professor Ricardinho Paraiso , é o diretor do curso e abaixo mostra suas habilidades e ação , Veja o vídeo!

http://bit.ly/2tUrtq7

 

O que Você Vai Encontrar no

Treinamento Intensivo Empurre Seus Limites.

 

8 semanas de aulas matadoras, sem enrolação! 

vai aprender os segredos dos 5 Patamares da Técnica

  • Pizzicato Simples e Sweep Finger (Nível 1 a 5)

  • Pizzicato Alternativo (Nível 1 a 5)

  • Slap (Nível 1 a 5)

  • Tapping (Nível 1 a 5)

  • Técnicas Incríveis 1 (Nível 1 a 5)

+ 6 Super Bônus Técnicas Incríveis

  • Mini-Curso Prático de leitura de partitura

  • Participar da comunidade fechada e exclusiva Team Técnicas Incríveis

  • Curso de palhetada

  • Efeito

  • Música Nordestina

  • Acesso ao inédito e exclusivo DVD – Dolphin Experience Trio

Confira alguns depoimentos

alunos que fizeram o curso!

Garantia de 30 Dias, Risco ZERO e 100% Satisfação!

Se em 30 dias você não gostar, ou perceber que esse treinamento não é pra você, eu devolvo o seu dinheiro! Você nem precisa me dizer o motivo, é só você me enviar um e-mail solicitando o reembolso, simples assim, sem letras miúdas, sem ressentimentos, ainda continuaremos amigos!

Baixo elétrico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Baixo elétrico

Fender Squier Jazz Bass

Informações
ClassificaçãoBaixo acústico
Chapman stick
Contrabaixo
Guitarra elétrica
Warr guitar
Classificação Hornbostel-SachsInstrumento de cordas

Baixo elétrico, chamado também de contrabaixo elétrico, viola baixo ou simplesmente baixo é um instrumento de cordas,[1][2][3]. É utilizado por diversos gêneros musicais modernos.

O baixo elétrico tradicional e popular que a maioria das bandas de rock usa é muito similar a uma guitarra elétrica, mas com o corpo maior, um braço mais longo e uma escala mais extensa. Em geral, os baixos elétricos mais comuns possuem quatro cordas, e estas são afinadas, tradicionalmente, da mesma maneira que os contrabaixos de orquestra, sendo as mesmas notas que as quatro cordas grossas (graves) de uma guitarra (i.e. Mi, Lá, Ré, e Sol), mas cada uma destas cordas são afinadas uma oitava mais graves, em tom, do que a guitarra.[4][5] Para evitar o uso excessivo de linhas suplementares inferiores na pauta da partitura, a notação musical do baixo/contrabaixo é feita na clave de baixo (em Fá) e a anotação das notas musicais deve ser feita em transposição de uma oitava acima, relativamente ao som que o baixo deve emitir. Isto é, o som do baixo quando lendo de uma partitura para baixo, vai soar uma oitava mais grave do que as notas escritas na pauta. De forma semelhante ao que ocorre com uma guitarra, para tocar o baixo elétrico com seu potencial sonoro total deve-se conectá-lo a um amplificador específico para contrabaixos; isto é essencial para as apresentações ao vivo, uma vez que o som do baixo elétrico sem amplificação é demasiadamente baixo por conta dele ter um corpo sólido.